Sala de Imprensa

A LAM procedeu recentemente a uma redução nas tarifas para crianças, dos 0 aos 23 meses de idade (que ainda não tenham dois anos), nos seus voos nacionais e internacionais.

A LAM disponibiliza ao mercado, desde Maio do ano em curso, a promoção “Happy_Moz” como forma de impulsionar o tráfego e incentivar o turismo, bem como outras formas de lazer que incluem visitas a familiares.

Pelo sexto ano consecutivo, a LAM está entre as companhias aéreas africanas nomeadas para o prémio de “Melhor Serviço na Classe Económica”, atribuído pelo “Word Travel Awards” (WTA), considerado os “Óscares do Turismo”.

A LAM – Linhas Aéreas de Moçambique informa que devido a avaria detectada na aeronave de maior porte da sua frota, o voo do percurso Pemba/Maputo de ontem, Sábado, 27 de Maio de 2017 e o voo do percurso Maputo/Nampula/Lichinga e vice-versa, da manhã de hoje, Domingo, 28 de Maio de 2017 foram reprogramados.

A LAM – Linhas Aéreas de Moçambique informa que o voo do percurso Maputo/ Pemba/ Nairobi, de hoje, dia 23 de Maio de 2017, cuja partida estava, inicialmente, marcada para às 9:05 horas, foi reprogramado depois de se constatar que o sistema eléctrico da aeronave demorava ganhar a performance para iniciar o voo.

Face aos comentários que estão a ser feitos nas redes sociais em relação ao voo TM190, de ontem, Quinta-feira, dia 04/05/17, do percurso Maputo – Nampula, a LAM – Linhas Aéreas de Moçambique leva ao conhecimento do público que o mesmo foi reprogramado, no período da manhã, depois de se detectar uma avaria na aeronave.

A LAM – Linhas Aéreas de Moçambique informa que este domingo, 9 de Abril de 2017, registou problemas técnicos numa das suas aeronaves, por sinal a maior, a qual ainda está em reparação.

A LAM – Linhas Aéreas de Moçambique, S.A. informa ao público que devido à questões técnico operacionais alguns voos estão a ser realizados de forma condicionada, havendo reprogramações e nalguns casos cancelamentos.

As Linhas Aéreas de Moçambique – LAM inauguraram, recentemente, na rotunda em frente ao edifício sede, mais um símbolo de identidade visual: uma cauda do Boeing 737-200 (um modelo de aviões que a LAM operou por mais de 40 anos, entre 1969 e 2009).