Tete

Uma cidade empresarial, influente, com capacidade de angariação de vários negócios que vão desde o carvão à mineracão e, claro, à exploração hoteleira de uma zona nova e em crescimento exponencial.

Tete

Tete é a cidade que permite a visita a Cahora Bassa, a barragem gera cerca de 16 mil 574 Gwatts por hora. Um dos orgulhos de Moçambique, a barragem abastece os países vizinhos. Um milhão, 239 mil e 800 km2 fazem desta barragem um espaço ideal para quem é adepto da pesca desportiva.

Para além de tantas outras variedades de manifestação dos hábitos e costumes da tradição que caracterizam todos os povos de Moçambique que o turista pode ter a oportunidade de apreciar e conhecer, Tete é famosa pela dança Nyau, uma dança ao ritmo das batidas do tambor em representação dos tabús dos rituais de iniciação. O Nyau exige muita agilidade por parte do dançarino que sempre ostenta uma enorme máscara e medonha de madeira.

 
Atracções turísticas
  • Barragem de Cahora Bassa: situa-se no rio Zambeze, no distrito de Tete, em Moçambique, significando, na língua do país, "onde acaba o trabalho", numa alusão às cachoeiras que impediam que os habitantes passassem o rio para além daquele ponto.
  • Igreja de Boroma: local de interesse histórico, pois era aqui que eram concentrados os escravos para depois serem vendidos. Actualmente encontra-se parcialmente em ruínas, mas  ainda mostra a grandiosidade do templo jesuíta construído no final do séc. XIX.
  • Forte de São Tiago: maior de Tete, construção militar portuguesa do séc. XVI.
  • Os Rápidos e Quedas de água do Rio Zambeze
 
 Restaurantes
  • Restaurante "O Teles” : Cahora Bassa-Songo
  • Esplanada Why Not: Bº Filipe S Magaia-Tete
  • Restaurante e Pizzaria Pino's: Av Liberdade-Tete
  • Restaurante Bar Pic-nic: Av Independência-Tete 
 
Actividades Desportivas

A subida de barco da  Albufeira de Cahora Bassa, um dos tesouros do Songo. Aqui irá viver umas das melhores e mais belas experiências que se pode ter.