Professional Career of the General Manager

Um dia após a nomeação, o Engenheiro João Carlos Pó Jorge tomou posse como Director Geral da LAM – Linhas Aéreas de Moçambique. Desta forma, assume o novo cargo máximo da empresa, com um mandato de dezoito (18) meses, período no qual coordenará as actividades com os Directores das áreas.

LAM-Foto-Director-Geral_reference

O acto da tomada de posse teve lugar na Sede da LAM e foi orientado pela Presidente do Conselho de Administração do IGEPE – Instituto de Gestão das Participações do Estado, Drª Ana Coanai.

A nomeação do Engenheiro João Carlos Pó Jorge valoriza a profunda dedicação à indústria de aviação, como evidencia o seu vasto percurso profissional com 34 anos de experiência em Operações e Gestão feitas nas companhias aéreas e noutras empresas do ramo da aviação.

A carreira profissional do agora Director Geral iniciou-se em 1985, na LAM, onde ingressou para o quadro de pessoal como Engenheiro Mecânico. Por se destacar profissionalmente foi nomeado Chefe do Departamento de Engenharia, em 1987, responsabilidade que aumentou com a sua indicação para coordenar a ligação entre a LAM e os fabricantes, visando a concepção e fabrico de aeronaves e componentes da Boeing, General Electric, SELL, entre outras marcas. Na sequência do bom desempenho, o Engenheiro João Carlos Pó Jorge foi nomeado Representante residente da LAM na Boeing (Estados Unidos da América), de 1990 a 1993. Após o término desta etapa de trabalho, retornou à Sede da LAM, em Maputo, onde assumiu a função de Chefe de Engenharia e Qualidade, de 1993 a 1995, período em que dinamizou o planeamento e engenharia de aeronaves, engenharia de operação de voos, investigação de acidentes, concepção, implementação e certificação de programas de modificações em aeronaves, entre outras actividades.

Com a experiência adquirida e maximizando os contactos com entidades  exteriores aceitou o desfio de integrar à equipa da Pratt & Whitney, firma norte-americana vocacionada para o fabrico de motores de aviões, onde foi Gerente de Suporte a Clientes em África, de 1995 a 2013. Nesse período exerceu suas actividades nos Estados Unidos da América, Zimbabwe, Senegal, Ethiopia, tendo se evidenciado em montar escritórios em locais remotos; coordenar acções de melhoria de gestão de topo em companhias aéreas em África, nas áreas Operacional, Comercial e Financeira; negociações de contratos de aquisição incluindo lease de aeronaves, bem como motores; intermediação de contratos comerciais entre companhias aéreas; investigação detalhada de acidentes e concepção e implementação de recomendações; introdução de ferramentas de gestão em companhias aéreas em África; coordenação de team building entre escritórios regionais, gestão de Operações com Linhas Aéreas Africanas em re-estruturação ou crescimento. Paralelamente, teve funções temporária nos aeroportos de J.F.Kennedy, Zurique, Atlanta, São Francisco e Milão.

A carreira no exterior viria a ser interrompida em 2013 quando o Engenheiro João Carlos Pó Jorge teve o convite para integrar o Conselho de Administração da LAM, tendo sido Administrador Técnico Operacional até 2016. Posteriormente foi designado Assessor do Administrador Financeiro, função que desempenhou até à sua nomeação para o cargo de Director Geral da LAM, no dia 23 de Julho de 2018.

O Director Geral da LAM é defensor de gestão por dados, no controlo da operação e finanças e para cumprir metas e atingir resultados. Tem noções profundas de coordenação de equipas de negociação de contratos de aluguer, comerciais, de reparação e aquisição de aviões e motores. Participou na re-estruturação de companhias aéreas tanto para corrigir situações irregulares, como para expansão, como são os casos da Air Zimbabwe, TACV, TAAG, Air Afrique, Air Senegal, AeroZambia, e Ethiopian Airlines. Tem suporte para iniciativas de Gestão de Comportamento para melhorar o desempenho laboral.

Alargou a sua experiência profissional nos Estados Unidos da América,  Canada; Portugal; França; Itália; Holanda, Alemanha, África do Sul, República Democrática do Congo; Costa do Marfim; Gabão; Madagascar; Malásia; Singapura; Argélia; Emiratos Árabes Unidos; Marrocos; Senegal; Cabo-Verde; Nigéria; Mali; Benin; Togo; Angola; Zimbabwe; Malawi; Zâmbia; Uganda; Seychelles; Maurícias; Ilhas Reunião; Quénia; Etiópia; Tunísia e  Gana.

Nesses países trabalhou e colaborou com diversas empresas e companhias aéreas como são os casos da Boeing; Airbus; GPA; Ethiopian Airlines; Lufthansa; UTA; Aer Lingus; Air France; Bombardier; Embraer; SAA; Air Zimbabwe; Air Afrique; Air India; Japan Airlines; World Bank; Lloyds of London; Aetna; Airclaims; Air Portugal; United Airlines; Delta; AirEurope; ExIm Bank; Caisse Centrale de Cooperation e Autoridades Aeronáuticas Internacionais.

A interacção com várias entidades valorizou ainda mais os conhecimentos académicos obtidos na licenciatura em engenharia mecânica, na Universidade Eduardo Mondlane; MBA em International Management, feito no Thunderbird School of Management, em Arizona, Estados Unidos da América, para além da formação em Gestão de Linha Aérea na Britânia Airways, em Luton, Inglaterra.

Fruto desta convivência em várias partes do mundo, a comunicação do Director Geral da LAM é fluente não só em Português que é a sua língua mãe, como também em inglês que fala e escreve muito bem, para além do francês e espanhol que articula de forma aceitável.

Quanto à formação profissional, o curriculum do Engenheiro inclui  a frequência de cursos como IATA SMS for Executives – Maputo, 2015; IATA Operations Safety Management, Geneva, 2014; IOSA Management (Ethiopia, 2007); Train the Trainer – IATA Geneva; Business Decision Making – Renschler Institute, CT; Maintenance and Avionics (B727 / 737 / 747 / 757 / 767 / DC10 / C212), Airframe Structural Repair, Operations Engineering – Boeing / UTA / LAM; GE CF6-50 / JT8D / JT9D / PW200 / PW4000 / PT6 / PW100 Engine Maintenance – GE, PW, LAM, UTA; Aircraft Non Destructive Technicques (UK Level 3 ASTM) Aviation Institute of Technology Norwich, UK; Airplane Evaluation – Boeing, WA; Business Management – S. Paulo University; Customer First (Customer Care) – Finnemore, Canada; Alpha - Managing Behaviour – Cycad; Airline Management OJT – Brittania Airways, Luton, UK; ETOPS for Executives; Branding Academy; Medivac for Flight Operations; Operations Logistics e Gestão de Seguros em Aviação.

No que diz respeito às referências na indústria de aviação, o Director Geral da LAM tem a honra de mencionar como personalidades de seus contactos os senhores Girma Wake que de 2004 a 2011 revolucionou a Ethiopian Airlines, tendo sido convidado, de seguida, para dinamizar a ASKY Airlines do Togo e posteriormente a RwandAir, da qual foi PCA até 2017; Nick Fadugba, CEO da African Aviation Services (AAS) e que foi Secretário Geral da AFRAA – Associação das Companhias Aéreas Africanas, de 2009 a 2010, para além de ser o fundador da primeira revista africana especializada em aviação, a AFRICAN AVIATION; Henk Verbooy, um professional de excelência nas áreas de gestão e comunicação.